quarta-feira, 13 de maio de 2009

Sling Wrap - Morada do bebê

Sling Wrap é uma excelente ferramenta que acomoda confortavelmente o bebê junto ao corpo do cuidador, permitindo manter o contato, o prazer e bem estar do bebê e dos pais, por ter ainda os braços e mãos livres para executar as atividades do dia a dia.

O Sling Wrap, simplesmente é um tecido longo, que se adapta nas costas e entre os dois ombros permitindo distribuição equilibrada do peso de sua criança. Possui um barrado estampado de em média 80cm que embeleza o Sling e serve como manta para cobrir o bebê, outra opção é a aplicação de um bolso central, que serve por exmplo para levar fraldas.

Fabricado em cotton de algodão e strech, o Sling Wrap é facilmente adaptado ao corpo, é muito confortável e não possui fechos ou argolas podendo ser lavado à máquina.
Com o Sling Wrap você pode carregar seu bebê abraçado, deitado em rede, olhando de frente, de lado ou em suas costas.




Benefícios do Sling

Dentre os inúmeros benefícios que favorecem o uso do Sling Wrap podemos citar:
Mantém o bebê calmo e seguro emocionalmente por sempre ver, ouvir e sentir o calor e o cheiro dos pais.
Auxilia o desenvolvimento motor do bebê e contém os movimentos involuntários da primeira fase (primeiros 3 meses).
Fortalece e dá firmeza à musculatura das costas.
Permite que os pais desenvolvam as atividades diárias em contato físico com o bebê.
Favorece a qualidade e quantidade de sono.
Ajuda a acalmar o bebê nos momentos de cólicas.
O bebê é massageado pelos movimentos de quem o carrega.
Reduz o choro.
Mantém o contato pele a pele, a mãe pode vestir o Sling Wrap também sem blusa, pois o Sling Wrap é uma peça completa, isto favorece o aumento de peso e promove prazer.
Permite gêmeos continuarem juntos nos primeiros meses, assim eles podem ganhar peso muito mais rápido do que ganhariam separados.




Posições para recém nascidos



Bebê deitado em rede, abraçado na vertical e mamando.
O bebê foi gerado dentro de um ambiente apertadinho e quentinho, que continha os movimentos de seu corpo e lhe dava limites, a placenta!

A mamãe se movimentava, caminhava e dentro da barriga sempre embalava o bebê.

O bebê recém nascido dentro do Sling, continua seu desenvolvimento desfrutando de fatores essenciais, como o movimento de quem lhe carrega, o calor e a contensão dos movimentos involuntários, que garante que esteja seguro, feliz e saudável.
Recomenda-se nas primeiras semanas de vida do bebê, mantê-lo sempre que dormir junto à mamãe, ao papai, à parteira, à vovó, etc.


Posições para o bebê que já adquiriu firmeza da cabecinha e força nas pernas

Olhando para frente, abraçado com as pernas entre o cruzamento do tecido ou nas costas.

Geralmente dos 4 aos 6 meses o bebê já sustenta o peso de sua cabecinha, possui entusiasmo, vontade de ver e descobrir o mundo.

Morada do Bebê - Sling Art
Lançamento da coleção Sling Art em Batique, peças exclusivas!O Batique é uma pintura feita à mão sobre algodão, uma arte popular que tem origem Africana, nossa parceria neste lançamento é com o Povo do Sol, um grupo do Piauí e desenvolve lindas pinturas.

Segurança no Sling Wrap:

Você pode acomodar a cabeça de seu bebê em baixo do tecido.
Evite cozinhar com o bebê no sling, evitando possíveis queimaduras.
Evite praticar esportes de movimentos bruscos com o bebê no Sling.

Tipos de Slings Wraps - Morada do Bebê

Sling Wrap com Bolso Frontal
Em tecido de algodão, Pintura Batique, Pat Work ou Tear.

Sling Wrap com Manta
Em tecido de algodão, Pintura Batique, Pat Work ou Tear.

Sling Wrap Infantil - Brinquedo Educativo
Sling para as crianças carregarem suas bonecas.


A Morada do Bebê é um projeto independente de Ana Paula Silva, Claudio Spinola e Violeta Luz, em parceria com a Morada da Floresta.

terça-feira, 28 de abril de 2009

O toque no Bebê... Benefícios

BENEFÍCIOS FISIOLÓGICOS




* Estimula a circulação, aumentando o fluxo de oxigenio enutrientes em todo o corpo. Isso é importante para os recém nascidos, cujas extremidades muitas vezes ficam frias até que seu sistema circulatório se desenvolva completamente.

* Estimula o trato digestivo, facilitando a passagem do alimento e a eliminação dos resíduos, ajudando assim a aliviar a cólica e a prisão de ventre. Além disso, a estimulação do nervo principal do trago digestivo provoca liberação das enzimas que digerem o alimento, que assim podem ser absorvidos, e de hormonios, como o glucagon e a insulina, que juntos controlam o nivél de açúcar no sangue.

* Pesquisas demonstram que os bebês prematuros que recebem massagens regularmente absorvemos alimentos e ganham peso com mais rapidez do que aqueles que não são massageados costumeiramente.

* Estimula a produção de hôrmonios de crescimento produzidos pela pituitária.

* Estimula o fluxo da linfa no sistema linfático, a principal linha de defesa do corpo contra as infecções. Isso reforça o sistema imunológico, uqe é vital pra a resistencia do bebê às infecções.

* Estimula a coordenação muscular, ajudando os bebês a endireitar e alongar os membros, melhorando assim a flexibilidade das articulações.

* Estimula o sistema nervoso central, que é muito importante tanto para o desenvolvimentos neurológico quanto para o motor.

* Melhora problemas de pele ao ajudar na sua renovação e estimular a secreção das glândulas sebáceas, o óleo natural que aumenta sua elaticidade e resistência.

* Ajuda na repuleração de disturbios infantis, como asma, catarro, sono agitado, disturbios digestivos, problemas de pele, dentição e dor de ouvido.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Educar...



Aos três anos de idade, uma criança tem o dobro de sinapses, as conexões de neurônios dentro do cérebro, do que um adulto normal. São trilhões de caminhos possíveis para uma informação dentro do cérebro. Cerca de quarenta por cento delas são perdidas até a idade adulta, mas esse é um processo fundamental para a inteligência. Descartar as sinapses menos ativas torna o cérebro mais rápido e eficiente.



Aprender a ler pode começar muito antes de a criança ver as primeiras letras. Um dos exercícios mais eficazes para desenvolver as habilidades necessárias é pedir às crianças que contem alguma coisa que tenha acontecido a elas. Um adulto, então, anota tudo, na sequência certa. Quando as crianças reencenam o que aconteceu de verdade, estimulam a memória e o raciocínio lógico, que serão essenciais para aprender a ler.




A partir dos seis meses de idade, as crianças precisam consumir muito ferro. A carência de ferro provoca anemia, que pode ter conseqüências irreversíveis no cérebro. Os alimentos mais ricos em ferro são gema de ovo, vegetais verdes e amarelos, carne vermelha, batata e tomate. A vitamina C, além de essencial, ajuda na absorção de ferro, então é melhor ainda acompanhar tudo isso com um bom e velho suco de laranja.
Dicas apresentada no programa Alternativa Saúde - 11 de março de 2009.

terça-feira, 10 de março de 2009

Shantala Vídeo

Vídeo muito raro filmado pelo Dr. Leboyer.

Essa moça que aparece no vídeo é a Shantala e seu filho. O Dr. Leboyer homenageou-a batizando a massagem com seu nome Shantala.

Assista e se apaixone!!!!

video

Estímulos para os cérebros das crianças


Confira uma lista do que é positivo e do que é negativo para o cérebro do seu filho nos primeiros meses e anos de vida.

O que é bom para o cérebro infantil

- Seja amável, afetuoso e responsável com as crianças.
- Responda adequadamente à curiosidade natural da criança.
- Converse, cante e leia para sua criança. Estabeleça rituais e rotinas.
- Encoraje brincadeiras e a exploração segura do ambiente.
- Limite horário para a televisão e videogames, selecione o conteúdo.
- Utilize a disciplina e colocação de limites como uma oportunidade de ensinamento.
- Reconheça e destaque a identidade única que cada criança tem.
- Escolha bem e envolva-se com os cuidados dados à sua criança por uma cuidadora ou creche.
- Faça sempre carinho, a Shantala além de massagem é um carinho.



O que é ruim para o cérebro infantil


- Desnutrição. - Infecções e infestações.
- Trauma, abuso e negligência (incluindo negligência ou abuso de ordem social e emocional).
- Uso e abuso de substâncias (especialmente, mas não exclusivamente, no período gestacional).
- Institucionalização (especialmente nos primeiros anos de vida).
- Depressão materna (especialmente nos seis primeiros meses de vida).
- Exposição a toxinas ambientais.



Assista a um pequeno vídeo sobre Shantala, aqui você conhecerá um pouco mais sobre essa maravilhosa massagem.


video




domingo, 8 de março de 2009

Baby Yoga

O que é Baby Yoga?


Yoga significa união, integração com o universo, a pratica do baby yoga é muito mais do que isso, é a integração entre a mãe e o bebê.


Dicas para se praticar o baby yoga:


1 - Você e seu bebê devem se vestir confortavelmente.



2 - O bebê deverá estar acordado, nem com fome e nem recém mamado.



3 - O baby yoga é indicado a partir do terceiro mês. Sem idade para terminar, até quando seu bebê aceitar.

4 - O local deverá ser tranquilo, com música ambiente e aromas agradavéis.




São realizados movimentos do Yoga, sempre mamãe e seu bebê. São momentos de relaxamento, liberando todas tensões, esse momento é para a mamãe se concentrar em seu bebê e esquecer de todas as preocupações externas.

Para o bebê estimula a flexibilidade natural e o crescimento, assim como contribui para o relaxamento e um sono mais rápido e profundo.




E com toda essa integração mãe e filho criam um forte vinculo para sempre.





Fotos retiradas do DVD Massagem para Bebês - Shantala & Yoga Baby


video

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Shantala - A arte de massagear bebês e crianças.

Shantala é uma massagem para bebês

praticada há mais de mil anos na Índia.

O nome foi dado pelo obstetra francês Dr. Frédérick

Leboyer.que conheceu a técnica em Calcutá e a

trouxe para o Ocidente.

Observando uma mãe indiana

massagear seu bebê, o médico se

encantou com a força e beleza dos

movimentos, e batizou a massagem

com o nome daquela mulher: Shantala.
Conselhos práticos

Escolher a "hora certa":
Evitar o horário de mamada, (pois o bebê estará com fome e pouco disposto ao toque)
O ideal é o horário do banho, (se possível!)
O ambiente tem que estar calmo e bem aquecido, pois o bebê não tem regulação térmica. Uma música suave é um recurso precioso para ajudar a relaxar.
Deixar o bebê totalmente nu, ou com um mínimo de roupa, sobre uma toalha.
Aquecer suas mãos com um pouco de óleo de amêndoas ( o mais natural). É possível associar algumas gotas de óleo essencial boa procedência. Espalhar com delicadeza essa mistura por todo o corpinho do bebê (com exceção do rosto, cabeça e mãos).
O óleo é essencial e indispensável para que suas mãos possam deslizar de maneira suave sobre o corpo do bebê e para facilitar os movimentos. Deixará suas mãos sempre bem aquecidas, assim como trará calor ao corpo do bebê.
Mantenha ao alcance de suas mãos uma fralda seca, o óleo e um rolo de papel toalha, caso seja necessário remover o excesso de óleo em suas mãos.
Acomode-se no chão, sobre um tapete, um colchonete fino ou na cama. Se preferir, apoie suas costas na parede. As pernas estarão esticadas (ou cruzadas) para que você possa colocar o bebê bem à sua frente. É importante que você e seu bebê sintam-se confortáveis; se necessário fique em pé e use um trocador ou mesa.
Liberte suas mãos de pulseiras, anéis e mantenha suas unhas bem aparadas.

Recomendações

A massagem é recomendada a partir do 1° mês até a idade pré-escolar. Pode se estender com adaptações enquanto a criança aceitar a massagem.
Não é aconselhável fazer a massagem quando o bebê estiver com febre, com resfriado forte ou diarréia.
Não massagear o bebê quando estiver com fome ou com o estômago cheio.
(Consulte o pediatra sobre o óleo mais adequado para usar como facilitador damassagem).